Jhennifer Alves vence no Paraguai e segue focada no Maria Lenk 2017

A preparação de Jhennifer Alves para o Troféu Maria Lenk, seletiva para o Mundial de Budapeste, segue de vento em popa. A atleta do EC Pinheiros competiu o Torneio Open do Paraguai na última semana (22 a 25 de março) e levou três medalhas para casa.
A competição, sediada em Assunção, teve suas eliminatórias realizadas no Campeonato Nacional pela manhã, e suas finais a tarde. Jhenny venceu a prova dos 50m peito, sua especialidade, com o tempo de 31s30, e ainda ficou com o ouro nos 100 m peito, com 1min10s53, e nos 200 peito feminino,  2min39s11.

Jhennifer Alves nada Campeonato Nacional e Open do Paraguai

Jhennifer Alves embarcou para Assunção, no Paraguai, para nadar dois torneios de natação:  o Campeonato Nacional e Torneio Open, que serão realizados entre os dias 22 e 25 de março.  O Campeonato Nacional ocorrerá pela manhã e classificará os 16 primeiros para as finais A e B do Torneio Open, que será realizado a tarde e que somará pontos por país.

Especialista do estilo peito,  e uma das melhores do país, a nadadora de 19 anos vai competir as provas de 50, 100 e 200 metros peito. A atleta do Pinheiros aproveita a oportunidade para se preparar para o Troféu Maria Lenk, de maio, que será seletiva para o Mundial de Budapeste.

Jhennifer Alves leva ouro no Regional de natação no Pinheiros

Jhennifer Alves venceu neste sábado (18) os 50 m peito no Torneio Regional de Natação de São Paulo, de Juvenil à Sênior, disputado na piscina de seu clube, o EC Pinheiros, na capital paulista.  A nadadora de 19 anos, bateu na borda em 31s08. Jhenny tem como principal competição da temporada o Troféu Maria Lenk de maio, que será seletiva para o Mundial de Desportes Aquáticos de Budapeste.

Jhennifer Alves abre 2017 no regional de natação no Pinheiros

O primeiro compromisso de Jhennifer Alves em 2017 será em casa. A nadadora do EC Pinheiros participa neste sábado (18) do Torneio Regional de Natação de São Paulo, de Juvenil à Sênior. A competição, que é organizada pela FAP (Federação Aquática Paulista), será realizada na piscina de 50 metros do clube paulistano.

Jhenny está se preparando para o Troféu Maria Lenk, marcado para o mês de maio e que será classificatório para o Mundial de Desportes Aquáticos. Neste fim de semana a nadadora encara duas provas:  200m e 50m, estilo em que é especialista. O torneio será dividido em suas etapas, a primeira começa às 8h20 e a segunda às 15h.

jhenny1

Jhennifer Alves fecha 2016 com dois ouros no Brasileiro de Natação

Jhennifer Alves se deu bem no Campeonato Brasileiro Sênior/Torneio Open de Natação, disputado em Palhoça (SC). Com direito a recorde do evento nos 50 m peito (31s08) e mais uma vitória na prova olímpica dos 100 m peito (1min08s96), a nadadora de Nova Friburgo (RJ) ajudou o E.C. Pinheiros, clube que defende desde o início do ano, a ser campeão do evento. “Foi muito legal vencer e bater o recorde de campeonato nos 50 m peito. E depois melhor ainda ganhar os 100 m peito, que é uma prova olímpica”, disse Jhenny, como é carinhosamente chamada pelos amigos. A atleta nadou usando a touca do namorado Gabriel Ogawa, que é nadador também.

jhenny2a

Jhennifer gostou de seu ano de 2016 dentro da piscina, que teve como auge sua participação na Rio 2016 na prova do revezamento 4×100 m medley. “A temporada de 2016 começou diferente por causa da minha mudança de clube. Mas tudo na piscina deu certo. Disputei minha primeira olimpíada e venho nadando melhor a cada dia. Espero que 2017 consiga o índice técnico para o Mundial”, completou Jhennifer Alves da Conceição.

Jhennifer Alves é medalhista pan-americana e campeã sul-americana Juvenil. Natural de Nova Friburgo (RJ), a atleta já quebrou vários recordes na sua carreira nadando o peito. Considerada uma das melhores nadadoras do país, Jhennifer representa o Esporte Clube Pinheiros.

ja00

Jhennifer Alves fatura três medalhas no Troféu José Finkel 2016

Jhennifer Alves confirmou mais uma vez que é uma de melhores representantes do nado de peito da atual geração da natação brasileira. No Troféu José Finkel, realizado entre os dias 12 e 17 de setembro no Clube Internacional de Regatas em Santos (SP), Jhenny conquistou duas medalhas de ouro individuais e mais uma de prata no revezamento 4x100m medley.

Nos 50m peito, a atleta venceu a prova com a marca de 30s31, novo recorde sul-americano na distância. Nos 100 metros do mesmo estilo, ela foi a campeã com o tempo de 1min06s55. No revezamento 4x100m medley feminino do Pinheiros, a equipe fechou a prova em 4min00s30, ficando atrás apenas do quarteto do Minas Tênis Clube, campeão. Jhennifer também venceu a final B dos 100m medley, com o tempo de 1min02s79, ficando na nona colocação geral.

111

Rio 2016: Jhennifer Alves encerra sua participação em sua primeira Olimpíada

Jhennifer Alves terminou sua participação nos Jogos Olímpicos Rio2016, nesta sexta-feira (12), penúltimo dia de competições da natação, que está sendo realizado no Parque Olímpico da Barra (RJ). A especialista no nado peito integrou o revezamento 4×100 m medley do Brasil.

A nadadora foi a segunda a cair na água completando os 100 m peito em 1min08seg23, melhor tempo da sua carreira, superando a marca que fez no Troféu Maria Lenk  deste ano (1min08s31). O time do revezamento foi formado também por Natália de Luccas (estilo costas), Larissa Oliveira (estilo livre) e Daiene Dias (borboleta), juntas as nadadoras terminaram na 13ª colocação com o tempo de 4min02seg83.

“Me preparei bastante, vim torcer pro pessoal, ouvindo a torcida empurrar, mas hoje, na minha hora, é algo inexplicável a energia que sentimos. Estaremos mais preparadas para Tóquio”, disse Jhenny em entrevista a CBDA.

jhe

Rio 2016: Jhennifer Alves cai na água em sua primeira disputa olímpica

Jhennifer Alves faz sua estreia em Jogos Olímpicos nesta sexta-feira (12), no penúltimo dia de competições da natação, na piscina do Parque Olímpico da Barra (RJ). A especialista no nado peito compõe o time do revezamento 4×100 m medley, que ainda tem Natália de Luccas (estilo costas), Larissa Oliveira (estilo livre) e Daiene Dias (borboleta).

”É muito emocionante fazer parte desse time, espero representar muito bem o Brasil. Será mais uma experiência, mas vou trabalhar bastante para fazer história. Vou atrás dos melhores tempos na minha carreira”, disse Jhenny Alves.

Jhenny conquistou a vaga para o time olímpico no Troféu Maria Lenk, realizado em abril. Na seletiva, a atleta foi a melhor brasileira na prova dos 100m peito (1min08s31) abaixo do índice B exigido pela CBDA (1min10s22). A nadadora, natural de Nova Friburgo (RJ), compete as eliminatórias às 13h, horário de Brasilía. As finais do revezamento 4×100 m medley estão marcadas para o dia seguinte às 22h.

285619_611575_13340049_941745475922636_6747586500053698161_o

Mare Nostrum: Jhennifer Alves se aproxima dos melhores tempos na etapa de Canet

Jhennifer Alves, nadadora do Esporte Clube Pinheiros, ficou com a medalha de ouro da prova dos 50 m peito do Circuito Mare Nostrum 2016 – etapa de Canet, na França. Nesta quinta-feira (9), a atleta de Nova Friburgo (RJ) fez 31s34, sua segunda melhor marca na distância. Apesar de a prova não ser do programa olímpico, a nadadora de 19 anos comemorou o resultado.”Confesso que não esperava ter tempos bons, pois estava um pouco pesada com uma sequência de treinos bem intensa. Os resultados foram surpreendentes e isso só me anima a continuar trabalhando. Quando estiver polida posso dar os melhores tempos na minha carreira. Estou feliz por ter vencido nessa minha estreia no Mare Nostrum. Vou mais confiante para a etapa de Barcelona, que será dia 11 e 12”, disse a brasileira.

285619_611574_13332921_944764278954089_2880218772042234994_nbNos 100 m peito, Jhenny foi a sétima na véspera com 1min09s81. Ao todo, o Brasil ganhou sete medalhas no Mare Nostrum (3 de ouro, 2 de prata e 2 de bronze). Na próxima etapa do evento, a atleta também nadará os 100 m peito e 50 m peito.

A atleta estará na Rio 2016 no revezamento 4×100 m medley no peito. Ela deve também nadar sua especialidade nos Jogos: os 100 m peito. A nadadora, que possui o índice B exigido pela CBDA (1min10s22), foi a melhor brasileira na prova na última seletiva brasileira, o Troféu Maria Lenk, realizado em abril. Jhennifer fez o tempo de 1min08s31.

Jhennifer Alves é medalhista pan-americana e campeã sul-americana Juvenil. Em 2015 ela foi campeã absoluta dos 50m peito nas três principais competições do país: o Maria Lenk, o Troféu José Finkel e o Open. Natural de Nova Friburgo (RJ), a atleta já quebrou quatro recordes de campeonato, dois recordes estaduais absolutos, um recorde nacional absoluto e nove recordes de campeonatos de verão. Considerada uma das melhores nadadoras do estilo peito no país, Jhennifer representa o Esporte Clube Pinheiros.

Mais informações no site www.jhenny.com.br

Jhennifer Alves é medalhista pan-americana e campeã sul-americana Juvenil. Em 2015 ela foi campeã absoluta dos 50m peito nas três principais competições do país: o Maria Lenk, o Troféu José Finkel e o Open. Natural de Nova Friburgo (RJ), a atleta já quebrou quatro recordes de campeonato, dois recordes estaduais absolutos, um recorde nacional absoluto e nove recordes de campeonatos de verão. Considerada uma das melhores nadadoras do estilo peito no país, Jhennifer representa o Esporte Clube Pinheiros.

Jhenny

Jhennifer Alves perto dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Jhennifer Alves está perto de ser oficialmente convocada para a Rio 2016. Com o término do Campeonato Europeu, ocorrido neste domingo (22), em Londres, a participação do revezamento 4×100 m medley feminino está praticamente garantida e a atleta do E.C. Pinheiros será a representante do nado peito. O Brasil segue com a segunda das quatro vagas da repescagem com o tempo de 4min02s52 obtido nos Jogos Pan Americanos de Toronto 2015. Além do quarteto, que seria formado atualmente por Natália de Luccas, Jhennifer Alves, Daiene Dias e Larissa Oliveira, as equipes de Finlândia, República Tcheca e Espanha devem ser confirmadas na Olimpíada.

“Eu fiquei super feliz na hora que eu acordei e recebi a notícia dos meus pais. Entre todas as turbulências que aconteceram no primeiro semestre, essa foi a melhor notícia que eu poderia ter. E agora vou continuar com os treinos fortes, pois já me programei pra isso. Então agora é só continuar a batalhar todos os dias e realizar meu sonho. Meu próximo foco é o Mare Nostrum, mês que vem, na Europa”, disse Jhennifer Alves .

A nadadora Jhennifer Alves se consolidou nas últimas temporadas como a melhor do País nos 100 m peito. No Troféu Maria Lenk de natação, última seletiva brasileira, realizada em abril, a atleta fez o tempo de 01min08s03, sua melhor marca pessoal e abaixo do índice B, exigido pela CBDA (1min10s22). O índice A da prova era de 1min07s85. Com a convocação confirmada, Jhenny também deverá nadar sua especialidade nas olimpíadas, a prova dos 10 m peito.

”É um momento especial para mim e também para a natação feminina do Brasil, que pela primeira vez terá os três revezamentos representados na mesma Olimpíada. No caso do revezamento 4×100 m medley feminino, o objetivo certamente será fazer uma final olímpica”, contou a nadadora de Nova Friburgo (RJ).

Mais informações no site www.jhenny.com.br

Jhennifer Alves é medalhista pan-americana e campeã sul-americana Juvenil. Em 2015 ela foi campeã absoluta dos 50m peito nas três principais competições do país: o Maria Lenk, o Troféu José Finkel e o Open. Natural de Nova Friburgo (RJ), a atleta já quebrou quatro recordes de campeonato, dois recordes estaduais absolutos, um recorde nacional absoluto e nove recordes de campeonatos de verão. Considerada uma das melhores nadadoras do estilo peito no país, Jhennifer representa o Esporte Clube Pinheiros.

Foto: Fernando Mucci